Leitura recomendada:


Existe um ditado popular que diz que “ou a Bíblia te afastará do pecado ou o pecado te afastará da Bíblia”. Essa é uma verdade arrebatadora. Como diriam Howard e William Hendricks: “Ou você está na Palavra e a Palavra o está conformando à imagem de Jesus Cristo, ou você está no mundo e o mundo o está pressionando a seus moldes.” (Vivendo na Palavra, 2.ª ed. rev., Editora Batista Regular do Brasil, São Paulo, 2015, p. 12).

Charles Spurgeon sintetizou bem esse pensamento quando afirmou que “uma bíblia que está caindo aos pedaços, geralmente pertence a alguém que não está”. De fato, uma Bíblia que está novinha ou empoeirada pertence a alguém que não a usa, assim como uma caindo aos pedaços, riscada e cheias de notas e destaques, pertence a alguém que a usa bastante.

Infelizmente muitos cristãos estão longe de estar na Palavra de Deus. Estatísticas revelam que menos de 40% dos “cristãos praticantes” leem suas bíblias. Esse número é assustador, não é mesmo? Mas diga a verdade, você já viu uma bíblia “abandonada” na igreja ou então no vidro traseiro de um carro? Isso é bem comum. Na igreja em que frequento tem pessoas que simplesmente “esqueceram” suas bíblias lá por anos, sem nunca terem dado falta dela. Sabe por quê? Porque elas simplesmente não leem sua bíblias em casa. Porque o estudo da Palavra de Deus não faz diferença em suas vidas diárias.

As desculpas dadas para justificar a negligência ao estudo diário da Palavra de Deus são as mais variadas:

  • Nunca me ensinaram a estudar a bíblia;
  • Não tenho tempo, sou muito ocupado;
  • Não sei como começar;
  • Acho o texto muito difícil;
  • Não acho a bíblia muito prática;
  • Não acho a leitura interessante;
  • Não acredito em tudo o que a bíblia diz;
  • Sinto-me culpado quando leio a bíblia, prefiro não ler;
  • A bíblia está ultrapassada, quero algo mais moderno;
  • Tenho sono ao ler a bíblia;
  • Não tenho bíblia;
  • Não gosto de ler. Não se trata da bíblia, não leio nada;

A questão é: Qual desculpa você tem dado para não dedicar um tempo do seu dia na leitura e no estudo da Palavra de Deus? Alguma das desculpas citadas acima se aplica a sua vida?

Se sua resposta foi sim, então continue lendo esse texto, pois eu vou te mostrar três razões importantes pelas quais você deve estudar a Palavra de Deus. 

1. O estudo da Palavra de Deus é essencial para seu crescimento.

“Como bebês recém-nascidos, desejem intensamente o puro leite espiritual, para que, por meio dele, cresçam e experimentem plenamente a salvação”.

1 Pedro 2:2

Quando iniciamos nossa caminhada na vida cristã somos comparados a pequenas crianças, que necessitam ser alimentadas com leite, até termos condições de experimentar alimentos sólidos. Essa analogia é perfeita! O leite materno é o alimento mais completo para o bebê. Nele estão contidas todas as proteínas, vitaminas, gorduras, água e outras substâncias necessárias para o seu completo e correto desenvolvimento físico. 

De igual modo, precisamos ser alimentados com aquilo que fortalecerá nossa vida espiritual, para que possamos nos desenvolver de forma completa e correta em Cristo. 

Reparem na expressão utilizada por Pedro: desejem intensamente. Pedro está dizendo que precisamos ter apetite, vontade de se alimentar da Palavra de Deus. Isso, infelizmente, requer hábito. Você precisa desenvolver o hábito de ler a bíblia, só assim seu desejo e sua fome pelas escrituras aumentará. 

O ponto aqui é: há quantos anos você é cristão? Quanto você tem crescido no conhecimento de Deus? Não há crescimento fora da Palavra de Deus. Ela é o instrumento primário de Deus para o desenvolver de cada indivíduo.

2. O estudo da Palavra de Deus é essencial para sua maturidade.

“Há muito mais que gostaríamos de dizer a esse respeito, mas são coisas difíceis de explicar, sobretudo porque vocês se tornaram displicentes acerca do que ouvem. A esta altura, já deveriam ensinar outras pessoas, e no entanto precisam que alguém lhes ensine novamente os conceitos mais básicos da palavra de Deus. Ainda precisam de leite, e não podem ingerir alimento sólido. Quem se alimenta de leite ainda é criança e não sabe o que é justo. O alimento sólido é para os adultos que, pela prática constante, são capazes de distinguir entre certo e errado.”.

Hebreus 5:11-14

Toda criança precisa crescer. E a medida que cresce e se desenvolve, o alimento precisa mudar. Essa é a lógica utilizada pelo autor de Hebreus. Ele chama atenção dos convertidos afirmando que eles, pelo decorrer do tempo, já deveriam ser mestre no conhecimento de Cristo. Ao invés disso, ainda estavam patinando no crescimento espiritual, como crianças, repletos de dúvidas sobre as questões primárias da fé. Isso porque, como afirmou o autor do texto, eles se tornaram lentos para aprender.

Jonathan Edwards pregou certa vez um sermão sobre Hebreus 5:12, intitulado: “A Importância e Vantagem de um Conhecimento Completo da Verdade Divina”. Ele observou que a repreensão na passagem parece incluir todos os leitores da epístola, que aqueles crentes não tinham feito nenhum progresso doutrinário ou experimental, que eles não sabiam o que deveriam saber (The Works of President Edwards, IV, 1-15).

A questão é: você já é um mestre? Já se tornou um cristão maduro? Ou ainda precisa de leite? Outro problema é: quem são os cristãos maduros? Os que vão para o seminário? Os que sabem mais versículos bíblicos (espada para o alto!)? Não! O autor de Hebreus afirma que o cristão maduro é aquele que, pela prática constante do estudo das escrituras, treinou a si mesmo, capacitando-se para distinguir entre certo e errado. Ou seja, a marca de um cristão maduro não é no quanto você aprende, mas quanto você usa daquilo que aprendeu.

Concordo com o Pr. Tiago Mattes quando ele diz que “se você estudou a Bíblia durante 10 ou 20 anos e não serviu na igreja, você não cresceu espiritualmente”. E não há outro meio para desenvolver a maturidade espiritual, senão pelo estudo bíblico.

3. O estudo da Palavra de Deus é essencial para sua eficácia espiritual.

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para nos ensinar o que é verdadeiro e para nos fazer perceber o que não está em ordem em nossa vida. Ela nos corrige quando erramos e nos ensina a fazer o que é certo. Deus a usa para preparar e capacitar seu povo para toda boa obra.”.

2 Timóteo 3:16,17

O primeiro ponto desse versículo que merece destaque é o fato de que “toda a escritura é inspirada por Deus e útil”. Mesmo aquela parte chata que geralmente você não quer estudar, como Números ou os livros das crônicas. Tudo é inspirado e útil. Por isso, precisamos estudar ela toda.

O segundo ponto consiste em saber para que a bíblia é útil? A resposta de Paulo é: para ensinar o que é verdadeiro e nos fazer perceber o que não está em ordem em nossa vida. Aquilo que você acredita determina seu comportamento. Quando você dá ouvidos às mentiras atraentes que o mundo conta, sua vida se torna uma bagunça. A Palavra de Deus corrige isso. Ela corrige nossos erros e nos ensina a fazer o que é certo. Ela nos mostra o que é pecado e também qual é a vontade de Deus para nossa vida, nos capacitando a colocar em prática aquilo que Ele requer de nós. Portanto, o estudo bíblico é o meio primário pelo qual podemos nos tornar servos eficazes de Jesus Cristo.

A questão é: você tem sido um servo eficaz? Suas obras correspondem às boas obras que Deus requer de você?

Estude a Palavra de Deus

Se você chegou até aqui, depois de ler as três razões acima apresentadas, a pergunta que fica é: como você pode deixar de estudar a bíblia?

Pare de dar desculpas. Não pense que você é incapaz de fazer isso sozinho. Lembre-se: a Palavra te capacitará! Ela é lâmpada para seus pés e luz para seu caminho (Salmo 119:105). 

Tome uma atitude de mudança hoje. Faça como Esdras, decida estudar a Palavra de Deus. Comece hoje! Em seguida, obedeça-a! Por fim, após estudar e praticar, ensine-a para outras pessoas (Esdras 7:10).

Lembre-se do que disse o salmista:

“As instruções do Senhor são verdadeiras e todas elas são corretas. São mais desejáveis que o ouro, mesmo o ouro puro. São mais doces que o mel, mesmo o mel que goteja do favo. São uma advertência para teu servo, grande recompensa para quem os cumpre”.

Salmos 19:9-11

Bons estudos!

2 comments

Deixe uma resposta